Instagram testa feed em “tela cheia”

Imagens de 1080×1920 (9:16) no Feed? 

É isso mesmo, o chefe do Instagram  Adam Mosseri, anunciou em sua conta do Twitter que está testando mudanças para o feed da rede social buscando melhorar a experiência do usuário com base no “Mobile First”.

De acordo os conteúdos como fotos e vídeos, serão exibidos em um formato maior, ocupando quase toda a tela do aparelho, algo bem parecido e que lembra o concorrente vizinho.

Na imagem divulgada, não vemos os ícones dos Stories dos amigos em. Contudo, um representante do Instagram declarou que a função continuará na tela inicial. Por ser apenas um mockup de teste, eles não estarão na foto e também pelo fato da página ter sido rolada para baixo.

Mosseri afirma que a mudança tem como objetivo aumentar a imersão nos conteúdos postados, trazendo os vídeos para o centro do Instagram com mais facilidade de visualização.

Como sabemos, essa transformação não é mais uma novidade em outras redes sociais, sendo uma reação da Meta à grande concorrência do popular TikTok.

A própria tática de integrar recursos dos concorrentes vizinhos é antiga. Os Stories, que hoje é uma das funcionalidades mais lucrativas do Instagram, se deu origem através de uma cópia lógica do Snapchat que, por sua vez, recusou uma oferta de compra do até então Facebook e teve grandes prejuízos e perdas após o desenvolvimento dos Stories.

E aí, o que acharam da novidade, animados com a mudança? 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Posts Recentes

6 Gatilhos mentais para vendas.

Excelentes para estimular as pessoas a tomarem uma decisão, os gatilhos mentais são informações isoladas que provocam reações automáticas.

LEIA MAIS

Por que sua empresa precisa de um vídeo?

Quando o assunto é ser eficiente no marketing e branding, refere-se muito mais ao desenvolvimento de conteúdo para o público certo do que apenas a distribuição de anúncios nas redes sociais. E o mercado de vídeos vem crescendo cada dia mais e as plataformas digitais estão se adaptando para melhorar a reprodução deste conteúdo audiovisual.

LEIA MAIS